sábado, 16 de julho de 2011

Ao meu país

País, meu querido país, quem te deixou assim?
Governaram-te sem nós e sem voz ficaste assim.
A tristeza que está no nosso coração, deixa-te sem força e sem mão.
Teremos que te ajudar a erguer-te meu Portugal!
Parecemos poucos, mas somos muitos, e tudo parece que nos diz não.
Mas por ti, meu país, havemos de arranjar a solução.
(minha autoria)