quarta-feira, 26 de dezembro de 2012

O meu Natal de 2012

Parece ridículo mas não é.
Até estava bastante feliz.
Vou ser verdadeira, porque de falsa não tenho nada.
Não gostei deste meu Natal!
Foi deprimente, esgotante, triste, depressivo e no final descobri que fiquei órfã.
Conclusão: estou em estado de choque, a viver em pânico, porque daqui a um ano é Natal outra vez.
Só peço a Deus que me dê mimos, porque dos humanos já tenho medo.