sexta-feira, 4 de janeiro de 2013

Escrever...

Não escrevo porque me dói a alma.
Escrevo para que a alma me doa!