segunda-feira, 19 de agosto de 2013

Porque gosto de Ti?


Razão não existe, apenas cresces, cresce dentro de mim e torna-me única.
És a minha metade, aquela que me completa, que me ergue, me devora é secreta.
Publicamente, quem saberia que nos unimos em sabedoria.
Pobres almas que nos rodeiam, são tão pequenas que nem lhes sinto o cheiro. 

A nossa é única, das poucas que existem, é eterna. 

Estamos acima, acima do vento, por entre a chuva, iluminados pelo Sol.
Estamos nus do material, vestidos pelo espírito. 
A tua loucura é a minha, a nossa carência dissipa-se, a solidão desvanece.
Porque gosto de ti?
Porque uma vida não chegaria para falar deste nosso encontro.

Ana Campos