domingo, 15 de dezembro de 2013

Renasci



Se não existisses, inventava-te.
Cobria-te de amor e ternura,
abraçava-te com doce loucura.
Desenhava-te rasgando as cores.
Buscava os teus cheiros na minha Alma.
Pegava num sonho e iluminava o dia,
Pegava na Lua e deitava-me do teu lado.
Fénix sou porque me acolheste, renasci!
Ao teu colo nunca mais quero morrer.
Porque se não existisses, acredita inventava-te!