sábado, 26 de março de 2016

Eterno


Amor nada mudou. 

Amo-te acordada e a dormir. 
Fado este o meu que não nos deixa sorrir. 
Amor saudades sinto todos os dias, porquê meu Deus não nos dá essa alegria? 
De te abraçar como da primeira vez, o amor eterno como este só se tem uma vez. 
Pena sinto de este mundo acabar e nunca mais te ter, te abraçar. 
Amo-te como nos nos romances de cortar o coração, mas só a Deus confesso esta louca paixão.